quinta-feira, 3 de março de 2011

Eu não tenho medo do amor.


Eu não tenho medo do amor.
Eu tenho medo é de amar quem tem medo dele.
Amar quem teme o amor é como se apaixonar por uma sucessão de desistências.




Um comentário:

  1. Vi que se interessa por literatura, por isso deixo aqui o convite para que aceda ao meu blog. Talvez goste. Abraço.

    ResponderExcluir